Acompanhe nossos conteúdos e

melhore seus resultados.

Deixe seu e-mail abaixo!

Inbound Marketing: Como esse “novo marketing” vai transformar suas vendas.

Inbound Marketing

A tecnologia vem transformando muitos segmentos, essa disruptura modifica como consumimos bens e serviços. Se antes tínhamos que ligar para a pizzaria e rezar para sermos atendidos, hoje temos um cardápio online com sugestões de acompanhamentos e o pedido a um clique. Isso também acontece com o táxi, “aluguel” de filmes, séries, música e por aí vai. Essa revolução, extingue e cria mercados bilionários.

Nesse contexto, onde o cliente tem acesso fácil a um mundo de informações sobre as marcas, o mercado publicitário vive as cores e dores dessa transformação. Serviços como Spotify e Netflix, onde o cliente paga para não ser interrompido por uma propaganda, são cada dia mais comuns.

Essa seletividade dos consumidores pode ser um grande problema ou oportunidade para os profissionais de marketing. Digo isso pois, da mesma forma com que eles não aceitam mais qualquer propaganda, esse mesmo consumidor busca informações sobre um produto ou serviço antes de consumi-lo. É aí que entra o inbound marketing.

INBOUND MARKETING

O conceito, criado pelos americanos da HubSpot, é baseado em ganhar o interesse das pessoas em vez de comprá-lo. Ou seja, você deve criar conteúdos relevantes, para um grupo de pessoas com características específicas e apresentá-los nos canais e momentos certos para que sejam encontrados e consumidos.

Ele se opõe ao outboud marketing, que é o formato mais “tradicional” de publicidade e que baseia-se, muitas vezes, na interrupção de uma experiência do público. Enquanto a ideia de um é “empurrar” a comunicação para o consumidor, gerando muitas vezes antipatia, o outro propõe criar conteúdos interessantes que tragam algo relevante e que sejam facilmente encontrados, que as pessoas tenham interesse em consumir.

Durante o RD On The Road, que aconteceu em Fortaleza, o André Alves, da Resultados Digitais, bateu um papo com a gente sobre inbound marketing.

 

Para que entenda melhor, veja o funil do inbound, nele você verá as fases e os canais que são utilizados:

Alguns dados que reforçam a importância do inbound:

  • 60% das vendas já estão decididas pelo consumidor quando o cliente fala a primeira vez com a sua empresa. Ou seja, se faz super necessário que esse consumidor tenha um contato positivo com a sua marca antes da compra;
  • 90% dos processos de compra tem início em buscas na internet;
  • O inbound marketing custa em média 62% menos que o marketing tradicional;
  • Leads que recebem nutrição tem ticket médio 47% maior;
  • 79% dos leads nunca convertem em vendas porque não recebem nutrição.

Outro benefícios do inbound, se comparado com iniciativas offline, é a possibilidade de mensuração de resultados em vendas. Se pensarmos em segmentos e momentos onde as verbas de marketing são mais espremidas, onde os gestores de marketing tem que provar o ROI das ações, essa pode ser realmente uma ótima estratégia.

Você se pergunta: “Certo, gostei e quero começar, do que preciso?” Vamos lá, para otimizar seu trabalho você precisará da ajuda de um sistema.

Sistema de Automação de Marketing

São utilizados para gerenciar todo o fluxo das informações dos contatos, integrar diferentes canais de divulgação e na mensuração dos resultados. Permitem rastrear o usuário desde o momento em que ele vira um lead (baixando um e-book em um landing page, por exemplo) até o relacionamento pós venda, fazendo com que volte a comprar da sua empresa.

Essas plataformas contam com diferentes recursos, os mais comuns são:

  • Envio e mensuração de campanhas de e-mail marketing;
  • Ferramentas de SEO que ajudam na otimização dos conteúdos para buscadores (Google, por exemplo);
  • Criação de landing pages;
  • Planejamento e análise de dados;
  • Publicação e monitoramento de redes sociais;
  • Integração com CRM;
  • Criação de fluxos de automação.

Existem algumas opções no mercado, mas as que eu indico são a HubSpot, ferramenta dos criadores do inbound, e a RD Station, desenvolvida pela empresa Resultados Digitais. Caso procure uma solução nacional e com custo mais acessível, a segunda opção é a indicação mais confiável.

Criação de Persona

Para atingir de forma certeira o seu público é importante entender suas particularidades e necessidades. Dessa forma, um dos primeiros passos para implementar uma estratégia de inbound de sucesso é a definição de personas, que deve ser a representação do seu cliente, com características físicas, profissionais e comportamentais.

A ideia é ter um retrato de quem deverá ser impactado com a comunicação, dessa forma é possível personalizar a comunicação para essa persona. Além disso, é imprescindível entender em qual fase da jornada de compra o seu lead está. Entenda as fases:

Você encontra aqui no blog um post sobre as fases da jornada de compra. Dá uma olhada, acho que você vai gostar.

Entender o cliente potencial é fundamental, mas além disso, para ter sucesso com inbound marketing é importante que as equipes estejam alinhadas e interessadas em uma mudança de mind set. A forma de tratar leads vindos da internet, na maioria das vezes, deve ser diferente de leads outbound. Mas esse será um tema para os futuros posts, inscreva-se no nosso blog e não perca as novidades.

Se ficou alguma dúvida ou se você quer implementar o inbound marketing na sua empresa, entre em contato conosco, teremos prazer em ajudá-lo.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *