Acompanhe nossos conteúdos e

melhore seus resultados.

Deixe seu e-mail abaixo!

Série Funil de Vendas: explorando o meio

Inbound Marketing | Marketing Digital

Dando sequência à nossa série Funil de Vendas, neste post falaremos sobre a segunda fase, conhecida como “meio de funil”. Antes de prosseguir, recomendamos que você leia nosso post sobre o topo de funil para compreender todo o processo da jornada do consumidor!

Desde o momento em que a persona toma conhecimento da sua empresa e decide visitar o seu site até a hora em que ela decide a compra, há um longo caminho a ser percorrido. No Marketing Digital, chamamos esse caminho de jornada de compra.

Embora essa jornada possa variar de pessoa para pessoa, é nessa hora que o conteúdo deve ser pensado com ainda mais cuidado, pois existe uma chance de o consumidor parar no meio e não voltar mais.

Caso você não esteja acompanhando todo o processo, jamais saberá por que perdeu aquela oportunidade de venda. Para aproveitar todas as oportunidades que o seu negócio pode gerar online, confira agora como produzir conteúdo para o meio do funil:

Como reconhecer o meio de funil

Uma das principais maneiras de identificar se o prospect avançou de estágio no funil é quando ele efetua a primeira conversão, oferecendo um ponto de contato ― como e-mail ou telefone ― e demostrando interesse em saber mais sobre seus conteúdos.

Nessa etapa, ele passa a ser chamado de lead e já não está apenas interessado em solucionar um problema de modo geral, mas, sim, na solução que a sua empresa tem a oferecer.

Qual a importância do meio de funil

Quando chega ao meio do funil, o lead já possui a intenção de compra, mas ainda está inseguro sobre fechar ou não o negócio.

Assim como acontece com as relações interpessoais, o segredo para conquistar a confiança de alguém é o tempo. Portanto, invista em relacionamento e mostre que a sua empresa é a escolha certa para o que ele busca.

Nesse sentido, é importante ressaltar que, embora o lead esteja começando a se interessar pela sua empresa, ele ainda não está pronto para o momento final da compra. Portanto, a estratégia é ser mais vendedor, mas sem falar necessariamente da venda em si por enquanto.

Como gerar conteúdo para o meio de funil

O principal pensamento que você deve ter em mente na hora de gerar conteúdo para o meio de funil é que ele funciona como uma via de mão dupla: o lead estará disposto a te oferecer informações pessoais, desde que o seu conteúdo seja considerado relevante o suficiente.

Esse material pode ser traduzido em conteúdo rico, como webinars, e-books, infográficos, newsletters personalizadas e até mesmo posts de blog, mas que falem sobre o seu negócio de maneira mais aprofundada, e cujo foco continue na solução do problema de quem está buscando o resultado.

Quanto melhor o material, mais informações estratégicas seu lead estará disposto a oferecer. Porém, é importante pensar em formulários curtos, de rápido preenchimento e que não peçam dados que ele possa considerar invasivos.

Assim que o lead tiver sua confiança conquistada e decidir que está pronto para a compra, ele passará para a última fase, o fundo de funil, que abordaremos em nosso próximo post.

Quer continuar recebendo conteúdos sobre o funil de vendas e outros assuntos ligados ao universo do Marketing Digital? Assine a nossa newsletter e não perca nenhum post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *